11 de mai de 2013

enquanto isso, no Equador


Enquanto isso, no Equador, um pastor foi multado em 3 mil dólares e banido da política por um ano por ter dito, em sua campanha à presidência do país, que a homossexualidade é "imoral". Veja aqui.

Igualzinho àqui.

Porque a legislação eleitoral do Equador proíbe candidatos de expressar publicamente qualquer ideia que discrimine ou afete a dignidade de outras pessoas ou faça uso de símbolos, expressões ou alusões de natureza religiosa. Igualzinho... deixa pra lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...